domingo, 22 de novembro de 2009

LÍNGUA

     A língua é um órgão cônico com grande mobilidade, formada por 17 músculos. É formada por 2 partes, o corpo, situado dentro da cavidade bucal propriamente dita e pela raiz, localizada entre a mandíbula e osso hióide. O corpo é revestido por mucosa. A parte de cima da língua é denominada de dorso da língua. O sulco terminal divide o dorso em 2 partes, a anterior ou oral e posterior ou faríngea. A parte faríngea e chamada de base da língua . Na parte posterior do sulco está o forâme cego, onde origina-se a tireóide.
     No dorso da língua estão presentes várias papilas: valadas, filiformes, fungiformes e foliadas. Essas papilas contém calículos gustatórios, que são receptores para sensação de gosto. com exceção das filiformes. As papilas fungiformes na ponta da língua são específicas para a sensação adocicada, fungiformes nos lados da ponta são para salgado, foliadas nas laterais para o amargo e as valadas para o azedo. O nervo facial é responsável pela inervação das papilas. O glossofaríngeo inerva as papilas valadas e o 1/3 posterior da língua.
     Na região anterior há o sulco mediano da língua. Na mucosa do terço posterior há a tonsila lingual que está ao lado da tonsila palatina.
     A raiz da língua é conectada com o palato pelo arco palatoglosso e com a epiglote pela prega glossoepiglótica mediana. Em ambos os lados desta prega existem depressões de profundidade variável, as valéculas epiglóticas, que são delimitadas lateralmente pelas pregas glossoepiglóticas laterais.
MÚSCULOS INTRÍNSECOS DA LÍNGUA
     Estes músculos são compostos de feixe longitudinal, transverso e vertical. Fibras longitudinais são encontradas nas divisões superior e inferior da língua, situadas acima e abaixo, do longo segundo segmento do músculo estiloglosso; correm para a ponta da língua. Fibras transversas partem do septo lingual, em sua maior parte. Desta origem, feixes transversos correm lateralmente imiscuindo-se com feixes de outros músculos intrínsecos. Fibras verticais estendem-se por entre as superfícies superior e inferior da língua, principalmente perto de sua borda lateral, mas fibras também, são dispersas através da língua.
     O músculo longitudinal inferior enrola a língua e é lateral ao músculo genioglosso. O músculo longitudinal superior é um músculo ímpar que recobre os outros músculos e levanta a ponta da língua para trás.
REGIÃO SUBLINGUAL
     A face inferior da língua é revestida por uma mucosa fina (vê-se a veia profunda da língua). A mucosa se prende através de um freio, o freio lingual, que pode travar a movimentação da língua (língua presa). Na parte superior da região sublingual está a mucosa e na parte inferior, o músculo milohióide. Entre a mucosa e o músculo milohióide encontram-se duas saliências, as carúnculas sublinguais, responsáveis pela saída do ducto da submandibular e ducto maior da sublingual.
     MÚSCULOS ESXTRÍNSECOS DA LÍNGUA
     Genioglosso: este é o músculo mais forte. Ele parte da espinha mentoniana superior e na superfície posterior da sínfise mandibular. Os músculos de ambos dos lados formam uma placa separados por um septo fibroso.
     As fibras anteriores são verticais de sua origem até a ponta da língua e seu terço médio. As fibras posteriores são horizontais para o terço superior e as fibras intermediárias espalham-se entre as margens horizontais e vertical. Isto deixa o músculo triangular quando visto lateralmente. Se insere próximo a borda livre da língua, com feixes mais inferiores ligados ao hióide. É inervada pelo nervo hipoglosso.
     Geniohióide:começa acima da extremidade anterior da linha milohioídea na superfície interna da mandíbula, perto da linha média e lateral incluindo a espinha mental inferior por um pequeno e forte tendão. Se insere na metade superior do osso hióide. É inervado pelo nervo hipoglosso. Puxa o hióide para cima para frente ou faz uma tração na mandíbula para baixo e para trás
     Milohióide: forma o assoalho da cavidade oral. Os músculos de ambos dos lados são unidos por uma rafe milohioídea. Tem origem na linha milohioídea e se inserem no corpo do osso hióide. É inervada pelo nervo milohióide, rama do nervo mandibular. O músculo milohióide é um elevador da língua.
     Palatoglosso: parte da superfície inferior da aponeurose palatina. Este músculo age como um esfíncter separando a cavidade oral da faríngea, na deglutição e na fala. É inervado pelo nervo vago, pelo plexo faríngeo.
     Estiloglosso: parte da superfície anterior do processo estilóide podendo se estender ao ligamento estilomandibular. É o músculo retrator e elevador da língua. É inervado pelo nervo hipoglosso.
     Hioglosso: parte da borda superior do corno maior do osso hióide e da lateral de seu corpo e corno menor. Os feixes que partem do corno menor são chamados de condroglosso porque a artéria lingual atravessa o músculo hioglosso separando estes feixes do resto. O músculo hioglosso é o depressor da língua e é inervado pelo nervo hipoglosso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário